O fazer o pão, o tocar a massa com paciência e devoção é quase uma expressão simbólica que a um só tempo pode sinalizar a estrada, como também nos ensinar a ensaiar os primeiros passos em direção à volta para nossa casa interna. O que é válido para transformar o trigo e fazer a massa, também é válido para tornar a massa humana que existe em nós em algo vivo, nutritivo e bom.
Jeremias Horta

 

pao

A receita é de Magdala Ferreira Guedes, mais conhecida como Magui, e utiliza ingredientes básicos com sentimentos de prosperidade e abundância, na preparação de um alimento que nutre, conforta e cura feridas emocionais.

A minha história com o projeto A ALQUIMIA E O MILAGRE DO PÃO, nasceu em dezembro de 2006, quando participei da Vivência do Pão de Natal,com a Magui, no Sítio Sertãozinho,em Moeda, região central do Estado de Minas Gerais, a 65 quilômetros da capital.

No encerramento, logo após a cerimônia da partilha do pão, Magui sorteou a Caixinha do Pão, para os participantes e fui contemplada, para minha surpresa e regozijo. Esta caixinha é composta por um livro, com apresentação de Jeremias Horta e contracapa de Frei Betto, além de informações sobre a história, origem e receita do pão. E 33 cartas com as intenções que devem ser trabalhadas durante o ritual.

Na despedida, Magui me fez um convite para fazer este trabalho em Belo Horizonte, com o propósito de estender esta oportunidade para um número maior de pessoas, e desde março de 2007, sempre aos domingos, uma vez por mês, com a cooperação de Lourdinha Quintella e Juliana Caldeira, estamos desenvolvendo esta jornada.

Como sabemos, a Lei da Atração responde a qualquer vibração que você emita, seja ela positiva ou negativa, dando-lhe mais dessa mesma fonte. Ela simplesmente responde às suas vibrações mais íntimas.

Se você quer saber a natureza das vibrações que você está emitindo, dê uma olhada nos resultados que tem obtido numa determinada área ou aspecto de sua vida. Os resultados são o reflexo de suas intenções e escolhas.

Fazemos parte de um sistema de rede onde todas as coisas estão interligadas, além da concepção que temos comumente de tempo e espaço. Tudo que nos acontece é apenas um eco ou uma resposta de quem somos a cada momento de nossas vidas.

Magui me recomendou preparar o ambiente para fazer o Pão da Abundância: “Coloque uma música suave, acenda um incenso. Ilumine o local com uma vela perfumada. Inspire e expire com consciência ampliada. Aproprie-se da mais genuína essência do seu ser. Coloque-se de prontidão, para receber com abundância o que colocará como intenção. Agradeça esse momento único da sua vida. Permita que o sagrado entre suave e sutilmente.”

As cartas são colocadas em círculo, formando uma mandala e cada pessoa faz um pedido e retira uma carta vibrando na energia do PEÇA, ACREDITE E RECEBA, antes de amassar o pão. Essas cartas contêm mensagens e reflexões sobre humildade, fé, entrega, merecimento, tolerância, amor, simplicidade, confiança, desapego, doçura, perdão, paciência, entre outras.

E as pessoas descobrem que, na realidade, não existe o acaso. Cada pessoa tira a carta que precisa naquele momento, para compreender-se melhor e o seu contexto de vida.

A força de Magui vem do silêncio que a natureza proporciona: “Todos precisam silenciar e observar a natureza. Aprender com o rio, com a montanha, com as flores, os pássaros, as árvores, os raios, as brisas e até com as intempéries. Eu vivo isso, pois se você não se conectar com essa gratuidade da natureza, fica presa no que já vem pronto e não consegue realizar o seu caminho.”

Segundo Magui, o pão cresce com o calor vindo do coração das pessoas e da intenção de cada uma, independente de ser um dia frio e chuvoso. Este é o milagre do pão que todos nós podemos realizar: misturando a farinha (que representa a Terra); a água (o sangue); o fogo (que é a nossa vontade) e o ar (os nossos melhores pensamentos). Então, recheamos o pão com as nossas melhores intenções, simbolizadas pelas ervas, passas, castanhas e nozes. É uma experiência mística , de profunda conexão com o sagrado que habita em todos os corações humanos. E eu acrescentaria: é uma experiência mística de transformação e expansão da CONSCIÊNCIA.

Vamos nos lembrar de que temos o poder de mudar as coisas, dentro e fora de nós, se conseguirmos nos unir e elevar nossas vozes em uníssono, pois estamos todos juntos no mesmo barco – a Nave do Tempo Terra – e já é hora de começarmos a perceber que há muito mais semelhanças do que diferenças entre nós, seres humanos.

Somos todos companheiros da mesma jornada, seguindo juntos pela estrada da vida. Não vivemos isolados. Estamos todos interligados. Qualquer tipo de harmonia ou desarmonia em qualquer lugar do planeta pode nos afetar, mesmo quando não a percebemos conscientemente.  SOMOS TODOS ESSENCIAIS!

Neste encontro do Pão da Abundância você vai resgatar e trazer brilho para o seu poder pessoal, para que se sinta plenamente responsável pela realidade que está experienciando, pelas escolhas que está fazendo, libertando-se de todos os padrões, mitos e crenças arraigados no seu subconsciente, que ainda estão lhe impedindo de ser réplicas de relógios quem você realmente é.

A ENERGIA DA ABUNDÂNCIA NOS RE-CONECTA COM A VIDA E PROMOVE O ALINHAMENTO COM O SER CRIATIVO E CRIADOR QUE CADA UM É, EM SUA ESSÊNCIA DIVINA.

FACILITADORA: Rosana Freire
Psicóloga Clínica Sistêmica, especialista  em Terapias Regressivas, Leitura Corporal, Terapeuta Floral, de Reiki e de Jin Shin Jyutsu, autorizada a dar cursos de auto-aplicação(Scottsdale, Arizona, USA) e Facilitadora do Programa da Abundância, com Certificado da Pacific Essences (Canadá)

LOCAL: Condominio Nossa Fazenda – Na BR 40 Saida para Sete Lagoas no acesso para cidade de Esmeraldas.

ORGANIZAÇÃO E INSCRIÇÕES:
Rosana Freire: (31) 3227-9445 (31) 9237-4177
e-mail: rosanafreirec@terra.com.br